13º Felit - Festival de Literatura de São João del-Rei, Tiradentes e Santa Cruz de Minas Festival de Literatura de São João del-Rei, Tiradentes e
Santa Cruz de Minas

10 a 22 de Setembro de 2019

Odilon Esteves

Odilon Esteves é ator formado pelo Curso Profissionalizante de Teatro do Palácio das Artes/Cefar (BH/MG) e graduado em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Minas Gerais. É membro-fundador da Cia. Luna Lunera, de Belo Horizonte. Na Cia., atuou nos espetáculos “Perdoa-me por me traíres” (2001), de Nelson Rodrigues, com direção de Kalluh Araújo; “Não desperdice sua única vida ou…” (2005), direção de Cida Falabella; e “Urgente” (2016), direção de Maria Silvia Siqueira Campos e Miwa Yanagizawa. É também ator, codiretor e codramaturgo de “Aqueles Dois” (2007) e “Prazer” (2012). No cinema e televisão, seus principais trabalhos foram: “Frei Ivo” no longa “Batismo de Sangue” (2007), de Helvécio Ratton; a travesti “Cíntia” na minissérie “Queridos Amigos” (2008), de Maria Adelaide Amaral, direção de Denise Saraceni, produzida pela TV Globo; e “Riobaldo” no docudrama “Sertão: Veredas” (2008), de Guimarães Rosa, direção de Willy Biondani, produção da Bossa Nova Films para a TV Record. Dirigiu os espetáculos “Para se morrer no meio-fio” (2006), na Caixa Clara; “Estranhas Ocupações”,(2014), no Centro de Formação Artística da Fundação Clovis Salgado; “Uma carta para Vincent” (2015), da Cia. Quinta Marcha e “Oié!”(2016), da Cia. dos Aflitos.